terça-feira, 16 de agosto de 2011

Metamorfose

Metamorfose

Era uma moça de outros verões,
velhas primaveras de tempos perdidos
n'outras variáveis e n'outras monções,
que se tornou forte nos sonhos vencidos...

Um redemoinho teimoso e revel,
que se desmanchara na noite em que o sol
já se desbotara nas folhas ao léu
e se aprisionou nas pás de um moinho...

Sua cor era azul por debaixo dos nimbos,
qualquer tempestade virou maquilagem
e o gelo do sul das distancias eternas
vão ter por lembrança seu rosto e seu corpo...
Na noite em que eras azul nos nimbos...

Mas os seus cabelos de cachos se foram
todos recortados e todos perdidos
pela rebeldia juvenil, na tesoura.
..mais um personagem nascido...

tinha publicado faz tempos, porém eu o apaguei....

2 comentários:

  1. Essa moça teve a sorte de ser, por seus cabelos já não mais ali, memorável. A metamorfose a tornou mais forte, bonita e intensa que as outras. Ela é bela por ser só ela; mais nada.

    Adorei ;)

    ResponderExcluir
  2. bááááh eu adorei é teu comentário

    ResponderExcluir